Assinatura RSS

O custo da “alma lavada”

Publicado em
Jornal do Comércio 12/6/12

A condenação do presidente do SIMERS foi destaque da página Espaço Vital

Confesse: você se sentiu com a alma lavada quando assistiu à cena do presidente do seu Sindicato chamando o Procurador-geral de Justiça do Rio Grande do Sul de corrupto! E agora deve estar pensando que R$ 24.000 é uma mixaria por esse momento de “liberdade de opinião”, afinal, serão menos de R$ 2,00 por associado para pagar a indenização. Sim, porque ela será paga por você, mediante sua mensalidade ao SIMERS.

Pois, pense melhor: na próxima vez em que você ou seu colega estiverem na frente de um Promotor de Justiça, tentando convencê-lo de que você não é o culpado pela morte do paciente, mesmo que não possa provar isso, como você espera ser tratado?

Você sabia que, justamente nos últimos três anos, diversos médicos foram denunciados pelo Ministério Público do RS por “homicídio com dolo eventual” (o médico assumiu o risco de matar o paciente)? Pode ser mera coincidência. Pode ser que não.

Tratar autoridades e outros profissionais com respeito e consideração não é uma questão de coragem ou de covardia. É uma questão de educação e bom-senso, coisas pelas quais nós, médicos, costumávamos ser reconhecidos e valorizados.

Agora, pense de novo: você se sente realmente representado por esse tipo de liderança que agride autoridades em seu nome, sem medir as consequências? Você está disposto a pagar esse preço? Se estiver, continue votando no continuísmo. Senão, nos procure para construir uma alternativa…

Anúncios

Queremos saber a sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s