Assinatura RSS

Arquivo da tag: interiorização

A verdade sobre os resultados da era Argollo — III

Publicado em

Resultados da era Argollo, publicados em seu site de campanha

Aprovação: Mais de 90% dos associados aprovam a gestão.

Fórmula Argollo : Abuse do marketing de resultado

Segundo a campanha da Chapa 1 — Simers Independente, realizada em 2006, o índice de aprovação, aferida por meio de pesquisa (patrocinada pelo próprio Simers), era de 93,1%. A eleição realizada naquele ano (a única da história da era Argollo) mostrou um resultado diferente. O mesmo índice deveria se repetir, ou algo muito próximo a ele — se realmente a pesquisa foi procedida com sérios e rígidos métodos científicos de amostragem. As urnas, porém, mostraram que a “aprovação” de Argollo se restringiu a apenas 64,8% (2.377 votos contra 1.272 da chapa opositora). Na atual campanha a mesma Chapa 1 afirma que tem 90% de aprovação. O temor de Argollo em realizar as eleições tem alguma coisa a ver com a realidade que as urnas podem mostrar após 15 anos de continuísmo e parcos ganhos reais para a categoria?

Material-Chapa1-2006-X

Leia A verdade sobre os resultados da era Argollo — I

Leia A verdade sobre os resultados da era Argollo — II

Resultados da era Argollo, publicados em seu site de campanha

Consolidação: Maior sindicato médico da América Latina. Credibilidade: Sindicato com maior credibilidade pública no Estado.

Fórmula Argollo: Deixe os escrúpulos de lado e não se envergonhe da megalomania criativa

Baseado em que dados Argollo cria estas pérolas megalômanas? Até pouco tempo afirmava ter o maior sistema de defesa médico do planeta (?). Sua “certeza” baseia-se na megalomania, no volume expressivo e desmedido que aplica em publicidade e marketing, e na crença de que a categoria médica aceita e acredita em “sua verdade que faz bem à saúde”. Mas até quando, e a que custo? Um simples exemplo de sua forma de pensar o Simers: A defesa intransigente (contrariando o desejo de diretores e a opinião de assessores) de que a revista do Sindicato deveria ter o maior número de páginas possíveis, mesmo que sem assunto para preenchê-las. A justificativa de Argollo: os médicos não leem, mas se impressionam com o volume da publicação. Para os associados, uma grande piada sem graça. O Simers hoje é um grande sindicato no cenário brasileiro, o maior em número de associados, um dos mais influentes politicamente, mas a grandiloquência que Argollo força imprimir em todas as suas ações não corresponde a realidade. E isso a categoria tem o direito de saber.

 Nossas propostas

– Redução de custos com marketing interno (revista em papel especial, folhetos de divulgação de coisas “novas”).

– Prioridade para os investimentos em serviços e na defesa política e jurídica dos médicos. Chega de gastar milhões em apedidos inúteis, enquanto se reduz custos no serviço mais importante para os médicos: sua defesa.

-Maior presença em negociações e menos gastos com apedidos e marketing inútil, a serviço apenas do culto à personalidade.

Diga não ao continuísmo. Vote Chapa 2!

Renovação Médica – Por representação digna, transparência e ética no Simers

A verdade sobre os resultados da era Argollo

Publicado em

A fórmula não é própria, apenas adaptada ao universo médico: esconda o que não lhe interessa politicamente, aproprie-se de ideias e projetos bem-sucedidos, abuse do marketing de resultado, deixe os escrúpulos de lado e não se envergonhe da megalomania criativa. Misture estes elementos na dose certa e você terá o estilo Argollo de administrar. Demonstraremos, nesse e nos próximos posts, como ao longo de 15 anos à frente do Simers, e utilizando-se da fórmula exposta acima, o atual presidente (agora em mandato tampão) pouco apresentou de resultados concretos e expressivos à categoria — pois, afinal, serviços são importantes (e os manteremos e os aprimoraremos), mas não somos um grande escritório de contabilidade ou uma banca jurídica, somos um sindicato médico. Na sequência, apresentamos nossas principais propostas sobre cada tema.

Resultados da era Argollo, publicados em seu site de campanha

Interiorização: Percorridos mais de 100 mil quilômetros por ano em todo o estado.

Fórmula Argollo: Esconda o que não lhe interessa politicamente

Durante todo o período em que esteve atuando como diretor do Simers, o colega Luis Alberto Grossi (candidato a presidente pela Chapa 2 — Renovação Médica) foi o grande responsável pelo projeto de interiorização da entidade. Ele próprio viajava semanalmente a várias cidades gaúchas, negociando melhorias na remuneração de médicos, atendendo solicitações de apoio e de intermediação em conflitos com direções de hospitais e secretários municipais de saúde. Após sua saída, a estrutura de viagens montada por ele permaneceu. Na última gestão, o colega Luiz Felipe Lopes Araújo (que também integra a Chapa 2 — Renovação Médica) foi um dos diretores que mais viajou representando o Sindicato fora de Porto Alegre, até requisitar sua exoneração em 2012, por não concordar com certas práticas.

 Nossas propostas

Seguiremos percorrendo o interior e ampliando a atuação mediante:

– O SIMERS em sua região: descentralização dos serviços, com criação de verdadeiros polos regionais: sede com estrutura de apoio ao médico, serviços jurídicos no local e plantão regionalizado (o SIMERS na sua cidade, na hora em que você precisa).

– Descentralização da gestão política e da representação dos médicos, com criação de vice-presidências dos polos regionais: maior autonomia para defender os interesses dos médicos, de acordo com a realidade local, com todo o apoio logístico e político da sede central.

– Descentralização da gestão política e da representação dos médicos, com criação de diretorias setoriais, capazes de responder às demandas específicas: municipários, conveniados, aposentados, etc.

– Redução de custos de deslocamento e agilidade nas decisões, com instalação de estruturas de videoconferência nos polos regionais, assessoradas 24h/dia pela direção central.

– Telesindicato: plantão via videoconferência e chat online, para tirar dúvidas sobre contratos, acordos, propostas de trabalho, documentos, etc. Não assine nada sem falar com o SIMERS, e receba orientação especializada e direta em poucos minutos.

UNISIMERS: 16 mil acessos ao portal UNISIMERS, e 400 palestras.

Fórmula Argollo: Esconda o que não lhe interessa politicamente

O UniSIMERS é um caso que merece atenção especial. O colega Guilherme Barcellos (integrante da Chapa 2 — Renovação Médica) foi colaborador de grande importância no desenvolvimento do projeto técnico-científico. Como tal, foi responsável direto por todo conteúdo de palestrantes internacionais existente no Portal, e ainda o único articulador da parceria com o MedicinaNet — hoje disponível gratuitamente aos associados do Simers. O UniSIMERS, que teve crescimento inicial promissor, seguido de queda (as estatísticas atuais são quase todas mantidas em função do MedicinaNet), sofreu politização por parte de Argollo, que segurou, até o  período pré-eleitoral, avanços há muito pretendidos pelo projeto. Passou, então, a utilizar-se da ferramenta como moeda de troca e aproximação com algumas sociedades de especialidades  (leia aqui). Afora tudo isso, o alardeado número de acessos é pequeno para um portal de educação. Para fins comparativos: o número de acessos ao Blog Renovação Médica, em apenas sete meses de existência, ultrapassa os 25 mil — sem compra de anúncios de Google, revistas e outras mídias. Integrantes da Chapa Renovação Médica, por suas posições de formadores de opinião, têm blogs em portais especializados em saúde. Pois já atingiram, sozinhos, contagens mensais equivalentes a algumas estatísticas mensais do UniSIMERS.

 Nossas propostas

– Fomos co-criadores do UniSIMERS e propomos sua união com a UniAMRIGS, criando a maior universidade corporativa médica do país, com oferta de diversos programas gratuitos.

– Parceria com a AMRIGS, associações de especialidades e universidades públicas e privadas para ampliar os mecanismos de educação médica continuada gratuita e sua disponibilidade onde o médico necessita (cursos presenciais, EAD, videoconferências).

– Convênios e parcerias para estágios acadêmicos e profissionais no Brasil e no exterior.

– Manutenção e reforço dos investimentos nas atividades do Núcleo Acadêmico.

Diga não ao continuísmo. Vote Chapa 2!

Renovação Médica – Por representação digna, transparência e ética no Simers

%d blogueiros gostam disto: